A Incrível Caneta Tradutora!


Para utilizar esta magnífica invensão, basta passar a caneta tradutora sobre um texto em língua estrangeira e ela vai traduzindo tudo instantaneamente. E, além da tradução em texto, ela lê em voz alta o que traduz.
A caneta tradutora nada mais é do que um minicomputador com um scanner na ponta. O resto acontece graças ao software de OCR (sigla em inglês de reconhecimento óptico de caracteres), que identifica as letras e joga o texto num software de tradução instantânea instalado na caneta.
A ponta da caneta, que nada mais é do que um sensor de leitura ópitca (scanner), que passa por cima do texto e o captura em forma de imagem. Para facilitar o seu entendimento, é como se a ponta da caneta fotografasse o local por onde passa.
A imagem transforma-se num bitmap, ou seja, um formato de imagem composto por pixels quadrados, alguns activos (pretos, no caso de textos escritos em preto), outros inactivos (brancos). Assim o OCR diferencia o que é texto e o que é espaço.
Identificados os pixels activos, o OCR passa para a etapa de comparar cada conjunto de pixels com os modelos de caracteres que estão armazenados na sua memória. Por exemplo: um traço vertical com um pingo em cima só pode ser um "i".
Dependendo da memória, as canetas tradutoras podem reconhecer em média entre 300 mil e 500 mil palavras.
Depois o OCR grava o resultado em um formato acessível aos processadores de texto e programas de tradução – o mais comum é o formato de texto ASCII. Como qualquer computador, a caneta tem um processador e um HD, onde os textos são armazenados.
Com o texto já destrinchado e gravado no HD, a caneta roda um software de tradução automática e mostra o resultado no visor LCD ou, em alguns modelos, em voz alta. Algumas canetas armazenam até mil páginas de texto.

Fonte

0 comentários:

Enviar um comentário

Seguir por Email

Tradutor

Acerca de mim

A minha foto
Artes Plásticas e Multimédia

Publicações mais recentes

Pesquisas Frequência X

Arquivo Frequência X

Seguidores