Artista indonésio pinta Hitler como a Virgem Maria

O artista indonésio Ronald Manullang apresenta nas suas pinturas sobre o Juízo Final, Hitler como a Virgem Maria, semi nú, com as unhas pintadas, grávido, segurando uma criança (o menino Jesus), entre outras imagens tão intensas e polémicas que têm movimentado por completo o mundo das artes.

Ronald Manullang e a sua pintura de Hitler grávido – Mostra “Juizo Final”

As pinturas de Ronald Manullang (56), foram expostas em 2010 em Jacarta e Nova York. Entretanto, só agora, que estarão expostas no Palco de Arte de Cingapura.

Hitler aguarda sentado o seu seu julgamento.

A obra de Ronald Manullang na sua visão

O objectivo de Manullang foi punir Hitler, apresentando-o, através das suas pinturas, em situações que ridicularizam a sua omnipotência e crueldade. Essa foi a idéia do artista de como castigar o "fülher" pelos seus pecados, criando assim este "Juízo Final".

Pintura “A Anunciação”, onde Hitler, seminu e com as unhas pintadas,
recebe a notícia da sua gravidez, como punição ou castigo.

Palavras do artista:  "Este homem horrível, poderoso, forçado a amamentar, cantar canções de embalar e de acariciar a criança, a quem ele odeia profundamente É um castigo adequado para os seus pecados passados."

Hitler, com a barriga e seios à mostra, grávido e de unhas pintadas
– segundo o artista –, sente o ridículo da sua gravidez.

Hitler segurando uma criança, em cujo braço esquerdo ostenta uma
tatuagem, como os presos nos campos de concentração nazistas.

Ao lado de um Hitler já com seu filho no colo, a judia Anne Frank (15),  morta  num campo de concentração
– interessante o notebook com o símbolo da Apple nas suas mãos! –
Ronald Manullang, retratando o "fülher" grávido, acrescenta-lhe o peso
 de uma criança judia com a sua roupa numerada.

Numa Mercedez sem capota, Hitler, faz a sua característica saudação, 
levando aos braços a sua criança, o menino Deus.

1 comentários:

Sabrina Liddell 11 de dezembro de 2013 às 16:04  

O próprio artista é tão mesquinho quanto Hitler. Dizer que amamentar, cantar canções de embalar ou colocar-lhe um par de seios seria castigo, é um ato muito mais sexista que de protesto propriamente dito. Parece-me que ser mulher, na visão do artista, é a pior lástima que pode ocorrer à um indivíduo.

Enviar um comentário

Seguir por Email

Tradutor

Acerca de mim

A minha foto
Artes Plásticas e Multimédia

Publicações mais recentes

Pesquisas Frequência X

Arquivo Frequência X

Seguidores